LGBTQIAP+ what?

Mercado Livre
Estamos no Proud Month e muitas pessoas ainda não sabem o que significam todas as letras presentes na sigla. Outro dia tive que explicar para um ser no Twitter que assexuado e assexualidade são coisas completamente diferentes. 

Print do meu twitter
Não vou dizer que é fácil acompanhar tudo ou entender tudo, mas um pouco de pesquisa - ou um pouco de bom senso para não falar m* sobre assunto que não se domina - ajuda bastante a entender a comunidade. 

Vou começar com uma afirmação: não, a pessoa cis hétero não faz parte da comunidade, mesmo que seja simpatizante e apoie a comunidade. E tá tudo bem! Todas as pessoas são bem-vindas. Eu não preciso sentir na minha carne a dor do outro para me compadecer de sua situação. Isso se chama empatia. 

Só pra ficar beeeem explicadinho: imagine que algumas pessoas com hipertensão resolveram fazer um grupo e que toda semana eles se reúnem para conversar sobre suas medicações, alimentação, trocar dicas, etc. Imagine que sua avó é parte desse grupo e ela te convidou para ir nas reuniões. O grupo vai ser bem receptivo com você, e eles provavelmente vão ouvir alguma dica bem-intencionada e dada com respeito. Você pode sentir que faz parte de algo. Mas isso não te torna uma pessoa hipertensa. Você não sabe o que é ter que mudar toda a sua alimentação por causa de uma doença, tomar um monte de medicação todo dia e correr o risco de morrer porque seu coração pode, literalmente, não resistir a uma emoção muito forte. Fez sentido? Espero que sim. Eu trabalhava na área de saúde e foi o melhor exemplo em que consegui pensar XD

Agora, vamos para a sigla.

L representa as lésbicas. Mulheres cis ou trans que se sentem sexual/afetivamente atraídas por outras mulheres cis ou trans. Algumas pessoas usam o termo gay abrangendo também a comunidade lésbica, mas geralmente o termo é usado para homens cis ou trans que se sentem sexual/afetivamente atraídos por outros homens cis ou trans. Temos, então, o significado de G. Outro termo que é usado tanto para lésbicas quanto para homens gays é homossexual.

Fugindo um pouco da ordem, vou trazer o B (bissexual) e o P (pansexual). Eu sinceramente ainda estou lendo e estudando sobre o assunto, porque há muita confusão entre os dois termos - além da ideia maluca de que pessoas pansexuais transam com árvores e outras coisas estranhas (???). No início da comunidade, haviam apenas os gays e as lésbicas. E então, algumas pessoas que gostavam tanto de homens, como de mulheres, e que automaticamente não conseguiam se identificar como héteros e nem como homo, começaram seu próprio movimento: eram os bissexuais. Entretanto, essa comunidade não levava em conta elementos como pessoas trans ou identidades de gênero não-binárias. Então dentro do próprio movimento bissexual, surgiu o movimento pansexual. Pan significa todos, ou seja, as pessoas que se identificavam como pan se sentiam atraídas por todos os gêneros. A comunidade bi e a pan hoje são bem semelhantes. Pode-se dizer que a pessoa bi se sente atraída por dois ou mais gêneros e a pan se sente atraída por todos os gêneros. Hoje em dia não há mais essa distinção na comunidade bi de se sentir somente atraído por gêneros binários ou pessoas cis. Mas devido a diferença de origem dos termos, algumas pessoas se identificam como pan e outras como bi - e se você pensa algo diferente, não deixe de comentar, que vou adorar saber! Ah, e só um lembrete muito importante: uma pessoa bi/pan vivendo um relacionamento heteroafetivo continua sendo bi/pan. E ela não é menos bi ou pan por isso!

Letra T de Thawana! Mentira. Letra T de transexual travesti. Uma pessoa trans é uma pessoa que se identifica com um gênero diferente do seu gênero biológico. Se você que está me lendo agora é uma mulher, imagine que você acordou e você estava em um corpo masculino, mas que você ainda se lembra - e sabe! - que você é uma mulher. E se você for homem, imagine o contrário. Isso é basicamente como uma pessoa trans se sente. Algumas vezes, essa pessoa já passou pelo tratamento de adequação de gênero, mas em alguns momentos, a pessoa pode ainda estar em um corpo feminino/masculino e se identificar com o gênero oposto. Vou ser muito breve no termo travesti, porque esse é um que preciso aprender mais sobre. Travesti são homens que se vestem de modo "feminino" - usam roupas dentro do que a sociedade caracteriza como feminino. Eu conheci uma moça que era travesti e eu achava que ela apenas se sentia bem se vestindo como uma mulher e que era gay, mas na verdade ela era trans e não tinha passado pelo tratamento ainda. Mas eu não acho que toda travesti seja necessariamente trans.

de Queer é um termo polêmico dentro da comunidade, pois ela era uma palavra extremamente ofensiva usada nos anos 1960/70 nos Estados Unidos para ofender qualquer pessoa com "comportamentos homossexuais", por isso é normal que membros estadunidenses mais velhos da comunidade não se sintam bem ao crescente uso do termo entre os membros mais jovens. "Queer", no contexto atual, sofreu uma transformação em seu significado e hoje denota qualquer pessoa fora do conceito cishetéro.

Isso foi uma tentativa de tornar um termo ofensivo em um termo de luta, o que teoricamente deixaria o agressor sem saber o que fazer. Aconteceu algo similar com o termo "viado", que hoje é usado de forma casual, ou militante ou de zoeira nas redes sociais, por isso está cada vez mais difícil saber quando o termo está sendo usado de uma forma ofensiva, pois num primeiro momento, é presumido que é "zoeira", tipo chamar seus amigos de "viado/viada". Entretanto, como "queer" tinha um peso ofensivo maior do que "viado", é mais difícil fazer com que a comunidade inteira se sinta confortável em utilizá-lo.

de Intersexual refere-se a pessoas com características biológicas femininas e masculinas. Pode ser características visíveis, como ter um pênis e vagina (muitas vezes, um é mais formado que o outro), ou mais escondidas, como ter um pênis e um útero; muitas vezes descobre-se a condição já no nascimento, outras, na puberdade, mas às vezes, nunca se sabe.

Assexual é um movimento que vem sendo cada vez mais falado nos últimos anos. Numa sociedade extremamente sexualizada como a nossa, a assexualidade pode pegar muita gente de surpresa, pois como só recentemente o termo começou a ser mais utilizado, é certo que muita gente simplesmente não saiba o que é ou acha que sabe e chama de "assexuado", não por maldade, mas por falta de informação mesmo. A assexualidade refere-se a pessoas sem atração sexual, em maior o menor grau. Difere-se de pessoas de baixa líbido por conta de medicações ou desinteressadas por conta de questões religiosas, pois esta orientação é nata, tal como a homossexualidade. Geralmente, "assexual" está cada vez mais sendo encurtado simplesmente para "ace".

É muito comum que as pessoas dentro deste orientação simplesmente não saibam que são ace, pois o sexo é visto pela sociedade como o essencial e obrigatório em qualquer relação romântica, então alguns simplesmente fazem para não ferir o parceiro. Assim, sentem-se confusos por terem desinteresse ou até não suportarem relações físicas, nesse momento, encontrar o movimento online pode ser um alívio para pessoas se descobrindo.

Ah, e é preciso dizer que a assexualidade só se refere à orientação sexual, pois assexuais ainda tem o que pode ser chamado de "atração romântica", ou seja, eles podem se apaixonar, mas sem o interesse por sexo. Isso pode ser difícil de entender, pois é comum associarmos o amor romântico ao sexo, mas na verdade são coisas bem distintas. Assim como podemos ter desejo por alguém que não amamos, para assexuais é completamente normal não ter desejo sexual pela pessoa amada (ou por qualquer pessoa). Cada ace pode se sentir confortável em certas intimidades físicas, mas depende muito; alguns podem gostar de beijar, outros não. E como há possibilidade de se apaixonarem, eles podem acabar caindo nas outras letras, pois podem ser homorromânticos (apaixonar-se pelo mesmo gênero) ou birromânticos (apaixonar-se por todos os gêneros), nestes casos, além de sofrer a pressão do parceiro ou parceira ou da própria família por ser ace, ainda sofrem a violência institucionalizada que gays, lésbicas e bis sofrem; além de fazer parte das outras letras, aces também podem ser heterorromânticos (apaixonar-se pelo gênero oposto).

E há aces que também não sentem atração romântica (não se apaixonam), neste caso, além de assexuais, são arromânticos.

plus ou mais se encarrega de outros membros da comunidade que podem não se sentir representados pelas outras letras da sigla, como as pessoas que se identificam como gênero fluido, agênero.

Esperamos que depois desse post, você se sinta um pouco mais situado do que significa cada letra da sigla e se tiver alguma dúvida, sugestão, etc, deixe nos comentários! 

You May Also Like

0 comentários