Como planejar sua viagem para Disney com salário de au pair

By Thaw - agosto 27, 2020

Arquivo pessoal

Muitas pessoas têm o sonho de conhecer a Disney. E mesmo para aqueles que não têm esse sonho, quando visitam a Disney pela primeira vez, já sentem o coração palpitar.

É indiscutível: se existe um lugar mágico nesse mundo, certamente é a Disney. Nossa criança anterior dá saltinhos de alegria de imaginar o parque da Disney.

Ser au pair te aproxima mais de realizar esse sonho: você está nos Estados Unidos, e seja lá em qual estado você mora, é bem mais fácil de ir para a Disney do que indo do Brasil.

Agora, se você já é au pair, você já sacou que o salário não é exatamente alto. Quando estamos no Brasil, fazemos a conversão dos U$175.95 para reais e nossos olhos brilham. Estou rica! Você pensa. Mas aí, quando você efetivamente passa a viver desse salário, você quer chorar. Você olha para sua conta do Discovery ou Amex, e se pergunta como foi que isso aconteceu.

Pois é, também já fui au pair, sei muito bem como é. O sofrimento não é pouco. Mas e aí, como se programar para viajar para a Disney?

1. Escolha a data e a duração da sua viagem

Algumas meninas optam por fazer essa viagem durante as férias, outras, no grace period. Seja qual for a sua escolha, saiba que a data afeta o quanto você vai pagar por esse sonho. Assim como no Brasil, na época de férias, os preços sobem - especialmente os preços das passagens de avião. Como você cuida de crianças, você sabe que as férias delas começam lá pro fim de junho e vão até a primeira semana de setembro. Se você tiver escolha, fuja desse período.

2. Pesquise o preço das passagens em uma quinta-feira

Não sei se a informação é verdadeira, mas segundo a minha host mom, quando você pesquisa voos no Google Flights na quinta, os preços são mais baratos (??). Como ela trabalha com uma parte relacionada a eventos (ela que agenda os voos, hotéis, decide o cardápio (parênteses dentro do parênteses para ressaltar que é evento empresarial)), eu acredito que a informação é verdadeira, e por isso estou compartilhando com vocês.

O Google Flights compara preço de diversas companhias aéreas e sempre mostra o que essa passagem cobre e o que não.

Muita atenção: nos EUA existem empresas aéreas de baixo custo, mas geralmente você paga para levar mala e coisas assim. Leia atentamente todos os detalhes para não ser pega de surpresa. Outra dica que dou é de colocar a data que você pretende ir, porque se colocar uma data qualquer, você pode se surpreender com o preço da passagem. Os valores mudam o tempo todo!

3. Airbnb é o seu melhor amigo

Agora é hora de pesquisar acomodações, e o Airbnb é um grande aliado nesse momento. Uma dica é que toda vez que você achar um quarto que for barato e de um hotel, você pesquisar o site do próprio hotel, pois pode estar mais barato do que pelo Airbnb.

Se você conhece alguma au pair que more na Flórida, algum parente que possa te receber, ou até mesmo algum familiar da sua host family de quem você seja próxima, é uma oportunidade de poupar uma graninha boa. Pensa comigo: se você conseguir um quarto por U$50, e quiser ficar uma semana, vai gastar U$350. Doeu, né? Agora pensa isso em economia, a mais no seu bolso. Bem melhor, né?

Algumas meninas também convidam outras pessoas para viajar com elas e assim baratear os custos. Você pode combinar a viagem com uma amiga ou mesmo jogar no grupão de au pairs. Use a criatividade para baratear tudo que você puder!

4. Calcule seus gastos com alimentação

Se você já vai ao McDonalds, Burger King, Cheesecake Factory, Outback e companhia, você tem uma ideia de quanto custa uma refeição. Cada vez que você comer "fora de casa", é isso que vai gastar. A partir da quantidade de dias e da quantidade de vezes que você come por dia, você consegue calcular quanto de dinheiro precisa guardar. Se for pedir por aplicativo, lembre-se de guardar a mais para pagar por esse serviço, bem como de reservar o dinheiro da tip.

Uma dica para economizar é que ao desembarcar e chegar no local em que vá ficar, procure um mercado local - como estamos falando de EUA, até uma farmácia serve - e compre alguns alimentos para que não precise fazer tantas refeições fora de casa. Pão de forma, geleias, macarrão instantâneo, suco ou refri, snacks... pode ter certeza que vai sair bem mais barato do que sair para comer. E uma dica de ouro: tente comer pelo menos uma refeição de verdade, mesmo que saia um pouco mais caro. Se ficar apenas nos fast food você pode se sentir fraca e sem pique para curtir tudo que sonhou e planejou com muito carinho!

5. Quais parques você quer visitar?

Muitas pessoas imaginam a Disney como um único e grande parque, mas a verdade é que trata-se de um conjunto de parques. O mais popular é o Magic Kingdom - é onde eu fui, inclusive.

Mais uma vez, os preços variam de acordo com o parque e quantos dias você quer ir. No site você encontra o nome de cada parque e cada atração. Agora anote tudo e não se esqueça de incluir as taxas da Flórida para não ter surpresas desagradáveis depois. Da última vez que vi, era 6%.

6. Outros gastos

Vai querer comprar orelhinha da Minnie (que custa uns U$20)? Vai querer comprar enfeite de natal? Lembrancinha? Vai querer comer em algum lugar específico da Disney? Esse é o momento de orçar tudo isso.

Espero que tenha anotado cada um dos valores que encontrou, porque agora vem a parte mais sofrida:

7. Save money, save money!!

Vou trabalhar com duas hipóteses aqui: 1. você não tem dívida no cartão de crédito e 2. você tem dívida no cartão de crédito.

No primeiro caso, gostaria de te parabenizar. Sinta-se aplaudida. Como você não tem dívidas é bem mais fácil de se planejar. Chegou a hora de diminuir as saídas aos fim de semanas, baladas e idas na T.J. Maxx. O ideal é que você pegue o valor total ao qual chegou e divida pelo número de semanas que tem até o dia em que quer viajar.

Não sei se você faz extra, mas talvez seja um bom momento para pensar em outras formas de faturar uma graninha a mais. Se você tem cartão de crédito, indique para suas amigas, pois muitos cartões dão uma gratificação quando você indica o cartão - e a outra pessoa faz o cartão, claro. O Discover dava U$50 para cada pessoa indicada. Essa dica vale para a pessoa na hipótese 2: uma ótima estratégia para quitar o cartão é sair indicando adoidado. Indica no grupão, indica pras amigas, indica para as meninas nos meetings mensais...

Aliás, se você está devendo no cartão, o melhor é quitar tudo e juntar o valor ao qual você chegou depois de toda a pesquisa. Pensa: se você não tiver o dinheiro e passar tudo no cartão, logo estará sufocada por uma dívida gigante. Está tudo bem se chegar o dia e você não tiver o valor todo e passar algumas coisas no cartão. Apenas não dependa somente dele.

Espero que esse post tenha te ajudado a organizar as suas ideias e a nortear seu planejamento. Usou as dicas? Me marca no Instagram que com certeza vou lá deixar um like. E se tiver alguma dica para acrescentar, deixe aqui nos comentários.

See ya!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários