Light and Shadow: um manhwa que vale a pena ler!

By Thaw - setembro 11, 2020

 

Pinterest
Título: Light and Shadow

Novel: Ryu Hyang

Comic: Hee Won

Capítulos: 103

Status: completo (Manga Yabu!)


"Light and Shadow conta a história da serviçal Edna que se vê forçada a se casar com o Duque Eli. Eli é conhecido como um assassino sanguinário, que foi o braço direito do atual rei de Ulswald e como prêmio por sua lealdade, recebeu o ducado, apesar de ser um plebeu. Entretanto, Edna e Eli escondem segredos do passado que podem separá-los para sempre."

Encontrei essa história por acaso e achei a premissa interessante. Eu gosto de histórias de casais que se unem por motivos exteriores a eles e acabam descobrindo nessa união o amor verdadeiro. Sim, sou uma romântica. Porém, nesses meus anos lendo manhua, acabei dando uma desanimada desse clichê, porque achava muitas histórias recheadas de machismo, estupro e umas cenas de opressão feminina que eu não acreditava que aquilo estava sendo produzido no século 21. Eu nunca tinha procurado manhwa antes, e acabei assumindo que certamente seria mais ou menos o mesmo que os manhua. 

Ok, vou começar por essa diferenciação: estamos muitos acostumados com os mangás, que são os quadrinhos japoneses. Os manhua e os manhwa também são quadrinhos orientais, sendo os manhua quadrinhos chineses e os manhwa quadrinhos sul coreanos. Obviamente cada um tem seu próprio estilo, semelhanças e diferenças, além de cada um conversar com a cultura do país no qual foi produzido. 

Geralmente leio em inglês, porém, Light and Shadow foi uma história que gostei bastante e que comentei com meu irmão, que achou também interessante, porém desanimou ao descobrir que eu tinha lido em inglês. E qual não foi a minha surpresa ao descobrir que tinha traduzido para o português? Fiquei tão contente com esse achado que quis dividir com vocês aqui também.

Vamos começar com o mais óbvio de todos: olha essa imagem ali de cima. Olha que arte linda! Os manhwas trazem páginas coloridas, então todos os personagens são desenhados e coloridos, o que traz uma riqueza de detalhes maior. Quando se trata de quadrinhos, uma arte bonita é um grande convite para a história. Dependendo a sua relação com desenho, uma história legal, porém com uma arte horrível pode te fazer desanimar totalmente da leitura. Seja como for, Hee Won deu vida aos personagens da novel de Ryu Hyang de forma impecável. 

No começo da história, temos flashes de acontecimentos do passado de Edna, sem saber ao certo onde aquilo se encaixa. Apesar disso, fica claro que tem algum mistério envolvendo o passado dela. No momento presente, ela estava indo ao encontro de Eli, um cavalheiro que recebeu um ducado como prêmio por sua lealdade ao atual rei. A Edna caiu nessa situação por acidente: ela era a criada de um visconde, cuja filha (Anna) foi convocada a se casar com Eli. Entretanto, inventaram que a Anna estava doente e que a Edna era uma filha bastarda que tinha sido enviada para dar a notícia para Eli e resolveu tomar o lugar de Anna. Edna não é a pessoa que Eli esperava, porém, ele resolve se casar com ela mesmo assim. E é dessa forma que o relacionamento deles começa, assim como as pistas sobre o passado de Edna e de Eli também.

Nesse contexto de reino pós-guerra, disputas e questões diplomáticas surgem, o que rende cenas que vão do drama à comédia e que são muito bem construídas até desembocarem no desfecho final. 

Eu gostei muitíssimo dessa história, já li e reli e indico para todos que gostam de romance, com uma pitada de guerra, sangue, comédia e uma pitada de drama.

Você já conhecia esse manhwa? O que achou dele?  


  • Share:

You Might Also Like

0 comentários