O marido da minha amante (impossível parar de ler)

By Alana Campanha - janeiro 08, 2022



Título
: O marido da minha amante.

AutorÉrico Venâncio

Páginas: 183

Compre clicando aqui!

Quando você lê esse título, já dá para sacar mais ou menos sobre o que é a história... William tem um caso com Samanta, mas descobre da pior maneira possível que ela é casada depois do marido dela, o Raul, pegar os dois no flagra. Raul, no entanto, não briga com William, pelo contrário, lhe faz uma proposta: ensinar o que Samanta gosta na cama e ajudá-lo a salvar seu casamento. Will acha isso um absurdo, óbvio, mas depois acaba concordando por se sentir culpado. Com isso, uma amizade vai se formando entre os dois, até sentimentos começarem a surgir de ambos os lados.

Willian é o típico cara aparentemente mega hétero que não é tão hétero assim, mas apesar de suas piadas e negação, ele não é um personagem chato ou homofóbico que existem em algumas obras. Sabe, o homofóbico que acaba descobrindo que era gay no final. Na real, William não tem problema nenhum com as dúvidas e descoberta da sexualidade de Raul, seu verdadeiro conflito é interno, é perceber seu medo diante de coisas que está descobrindo sobre si mesmo.

Apesar do título que poderia ser um hot com cenas de sexo a cada três páginas, o romance de Will e Raul é construído de uma maneira lenta (num bom sentido). Temos o conflito, a amizade surgindo aos poucos, doses de erotismo e cenas explícitas, as novas sensações e as dúvidas de Will espalhadas por dezenas de páginas sobre um possível romance e todas as suas incertezas. Algo realista sobre um homem que se vê se apaixonando por outro, mas não se sente pronto para admitir nem mesmo para si. Claro, até que ele não consegue mais fingir.

E algo que preciso falar é a escrita. Longe de tentar ter uma linguagem complicada e rebuscada, o autor escolhe algo mais próximo da informalidade, mas nunca pecando. O livro é muito bem escrito, fluido e eu me impressionei de verdade com os diálogos, todos muito naturais. É muito comum nos livros os diálogos saírem secos ou escritos de uma maneira que ninguém nunca diria, pois muitos autores querem frases bonitas no papel e gramaticalmente impecáveis, algo bonito para ler, mas irreal. Aqui os diálogos conseguem ser bem escritos e muito naturais, você lê e consegue ouvir os personagens realmente falando aquelas coisas. 

Outra coisa que quero comentar é a Samanta. É uma canalha no começo que é muito fácil de odiar com todas as forças, mas depois ela acaba evoluindo e nós vemos que, às vezes, as piores pessoas podem ser diferentes do que achamos. Também foi muito legal o autor não ter vilanizado 100% a Samanta, pois seria fácil simplesmente criar uma mulher totalmente odiável que quer destruir o casal principal.
E, claro, tanto William quanto Raul são muito bons, personagens complexos que têm suas próprias questões, identidades e conflitos, nunca se resumindo às suas facetas iniciais: William é mais do que o hétero traíra e Raul é mais do que um marido submisso.

Para quem quer um excelente romance com pitadas de drama, bom humor e quentinho no coração (além de boas cenas de sexo), com um desenvolvimento realista apesar da premissa absurda, este livro é uma recomendação pra ontem. Ele ainda não tem volume físico, mas vocês podem baixar o aplicativo do Kindle e comprar por um preço baratinho. Sério, pra quem ama bons romances ou ama histórias LGBT, O marido da minha amante é um prato cheio!  



  • Share:

You Might Also Like

0 comentários