Por que eu desisti de lolita?

by - 15:36

Vou começar esse post fazendo uma afirmação: sou apaixonada por moda lolita. Não consigo me lembrar de quando exatamente tive meu primeiro contato com o tema, mas tenho quase certeza que foi em uma vez que um amigo sugeriu que eu fizesse um "cosplay" de lolita. Na época, não sabia ao certo o que era, e procurei na internet - na casa de uma amiga, porque não tive internet em casa até ter 18 anos, começar a trabalhar e pagar internet. Encontrei o que muitas adeptas de moda lolita chamam de ita, e achei que era aquilo mesmo. Eu devia ter uns 16 ou 17 anos, nenhum dinheiro para comprar itens lolita e quase nenhum conhecimento sobre o tema. Deixei lolita para lá.

Mas vira e mexe voltava a pesquisar sobre lolita e um dia cheguei nesse vídeo:


Tenho quase certeza que o vídeo era esse, mas não confio muito na minha memória não. 

Enfim, encontrei essa tal de Ichigo. Mais uma vez, deixei o tema para lá, e em algum momento ele voltou na minha cabeça e de novo pesquisei o tema, e de novo encontrei a Ichigo. Mas dessa vez nesse blog e aí sim a coisa ficou séria. Comecei a ler alguns posts sobre o tema. O Reino de Morango é um blog muito completo se você quer se tornar lolita ou se interessa pelo tema. 

Eu tinha 19 anos quando me vesti de lolita pela primeira vez. Ou pelo menos tentei XD

Se você entende um pouco da moda vai encontrar vários erros. Por exemplo, a saia não tinha um corte que permitia volume. Além disso, quando li anágua comprei aquelas de avó, mas na verdade, se tratava de uma "saia" que se usava por baixo do vestido ou saia e que daria um volumão. Essa bolsa de pelúcia nada tem a ver com o resto da roupa. E para completar eu estava usando uma sapatilha moleca preta comum.

Se tenho vergonha de mostrar essa imagem para outras lolitas? Claro que sim!

Bom, pelo menos não quis inventar moda sozinha de cara, e copiei (tentei copiar) o modelo da personagem Momoko, do filme Kamikaze Girl: essa garota da imagem da direita. 

Sério, cada vez que volto ao tema lolita, leio sobre ele ou escrevo sobre ele - agora, por exemplo - sinto uma grande perda por ter desistido e vontade de voltar. Mas vamos continuar com minha história.

Dentre muitos fatos dentro de lolita, um é bem importante: lolita é uma moda cara. Logo, se você gosta do universo lolita, você tem que estar disposta a gastar dinheiro com isso, e eu não estava muito disposta. Essa roupa que fiz, pedi para minha avó costurar, mas ela seguiu o que eu falei e o que eu entendia do assunto na época? Quase nada. A outra alternativa seria gastar dinheiros em tecidos e sempre pedir para minha avó costurar, mas aí entra o problema dois: onde eu poderia usar lolita?

Vou ser sincera e admitir que quando me vestia de lolita me sentia muito bonita. E eu queria estar assim entre outras pessoas com o mesmo gosto. Mas não conheço nenhuma lolita na minha cidade, e até tentei me enturmar com uma comunidade lolita de uma cidade vizinha, mas não deu muito certo. É bem difícil ser uma lolita solitária em uma cidade pequena. 

Cada dia eu encontrava um novo desafio para me tornar realmente uma lolita. As lolitas tinham quase sempre cabelos lisos ou ondulados e eu com meu cabelo crespo não me sentia adequada para ser lolita. Tentei ensinar minha vó fazer uma anágua volumosa, mas como nem eu sabia como seria, não ficou do jeito que eu queria. Eu queria um sapato lolita, mas tive tanto problema na hora de comprar um, que para mim foi a gota d'água. Como eu seria lolita sem um sapato específico para isso?

Enfim, foram várias coisinhas que aconteceram que foram me desanimando. Hoje, não me considero uma lolita e acho que nunca me considerei de fato. Tudo que faltava para eu dizer "Eu sou lolita" era um sapato, e a minha história com o sapato foi longa, desgastante e infeliz. Se quiserem saber mais sobre isso, podem me mandar um email ou deixar nos comentários. 

Esse visual lolita da foto ao lado foi o que consegui que me fez sentir mais realizada com a moda lolita. É um gurololi. É quase um full outfit, mas faltou - adivinha só! - o sapato.

Hoje eu tenho prioridades na minha vida que sugam muito do meu tempo e dinheiro. Por esse motivo, abri mão de lolita. Me desfiz da minha anágua, da cutsew da foto e esse avental sumiu por conta própria. Me desfiz daquele vestido rosa ali de cima. Ele não cabia mais em mim, em todo caso. Ainda tenho a saia. Estou pensando em vender, mas não tenho certeza sobre isso. Tenho todos os acessórios também: anéis de flores, morango e doces; colares de cupcake, laço e morangos; franja postiça; pulseiras, entre outros. 

Não sou uma pessoa que gosta de desistir de coisas, e não estou sendo convencida quando te digo que poderia dar uma aula sobre lolita. Eu gosto muito desse estilo e me sinto triste por abrir mão dele. É claro que como tudo na vida, posso resolver, um dia, voltar a investir em lolita. Tenho certeza de que nesse dia ficarei muito feliz em dividir isso com vocês. Mas até lá, combino os acessórios que já tenho com meu estilo romântico e olho para imagens como essa acima com saudades e desejo de quero mais. 

Fonte das imagens: Arquivo pessoal e https://bit.ly/2GrRljg

You May Also Like

0 comentários