Não pense

agosto 23, 2017


Não pense.

Simplesmente não pense. Desvie do caminho, encontre um atalho e desenhe um arbusto numa folha de papel. Crie o outono, molhe-se com a chuva que vai em direção ao céu e enxergue as cores vibrantes da música. Pegue o trem e parta pelas nuvens; elas são feitas de algodão e pássaros de ouro voam entre elas, há fiapos brancos em seus bicos. Escreva um romance policial, um poema lírico e atire flechas nas labaredas dos entediados presos ao chão. Ignore os ferimentos; pinte um quadro aquarela. Construa filosofias, acelere o trem azul e viagem pelas estrelas. Ninguém irá lhe alcançar e o povo do chão baixará a cabeça.

Agora pense, pois você conquistou o universo infinito.


You Might Also Like

0 comentários