O que é quiet quitting e porque tanto rebuliço sobre o assunto

Psicólogo

 A primeira vez que vi o termo quiet quitting foi no Twitter e depois de ler os tuítes e pesquisar sobre o assunto, entendi melhor e resolvi falar com vocês aqui sobre o que é e o que acho sobre isso. 

Se você traduzir ao pé da letra, o termo seria algo como "demissão silenciosa" ou "desistência silenciosa", e é um termo utilizado para descrever aqueles trabalhadores que não querem mais fazer além do que exige sua função. Isso inclui horas extras, trabalhar aos sábados e domingos e basicamente fazer qualquer coisa além de suas funções pré-estabelecidas. 

É óbvio que quando se fala sobre o assunto, teremos duas posições muito bem marcadas. De um lado, o trabalhador que deseja delimitar claramente limites entre o profissional e o pessoal. De outro, o empresário que não está contente com o que ele vê como uma falta de comprometimento com o trabalho. 

Na minha visão, os trabalhadores estão certos. Trabalho é uma parte da sua vida, não a sua vida. É claro que você é livre para ser viciado em trabalho e querer preencher todas as horas livres com assuntos relacionados ao trabalho, mas isso não pode se tornar a regra, o esperado, e muito menos a obrigação para todos. Aprendi, por experiência própria, que quanto mais trabalho você faz, mais trabalho te é exigido. Se você tem um colega de trabalho meio preguiçoso e o trabalho de vocês é codependente, você vai trabalhar por dois 一 e receber por um!

O que gera riqueza para a classe empresária é o trabalho. É claro que eles vão querer que os trabalhadores trabalhem mais e preferencialmente pelo menor custo possível. Se você trabalha por 2, 3, ou faz vários "pequenos favores" que facilitam de tal forma a vida do empregador que ele não precisa contratar outra pessoa, ele vai receber mais resultado com o menor custo e você vai ficar sobrecarregado. Pessoas sobrecarregadas tendem a adoecer e logo não serão mais capazes de fazer o trabalho que devem e aí essas pessoas serão apenas substituídas por outras! 

Sinceramente, eu não entendo como que o fato de alguém defender fazer estritamente aquilo que foi contratado para fazer pode gerar tanta conversa e burburinhos. Se você tem uma pessoa contratada para limpar sua casa e ela faz isso perfeitamente, mas não cozinha, como isso pode ser um problema? Se você quer alguém que cozinhe, por que não contrata alguém para essa função ou paga a mais para a pessoa que limpa fazer isso? Se ela quiser, é claro. 

Me parece que os empresários se esquecem que as pessoas são... bem, pessoas. Elas têm uma família, uma vida, coisas que são importantes para elas. Isso não quer dizer que elas vão entregar um trabalho de péssima qualidade, e sim que dentro das horas que foi contratada vão fazer aquilo que foram contratadas para fazer. 

Considero o termo quiet quitting inadequado. Setting limits seria mais fiel ao que o termo realmente significa: delimitar linhas claras entre o que é trabalho e o que é vida pessoal e, ao deixar o local de trabalho, deixar ali também tudo que precisa ser feito e voltar a se dedicar a isso assim que retornar para mais um dia de labuta.

Notícia: Entenda o que é quiet quitting, fenômeno que chama atenção no mundo do trabalho

Por Thawana Rosa

O que é quiet quitting e porque tanto rebuliço sobre o assunto O que é quiet quitting e porque tanto rebuliço sobre o assunto Reviewed by Thaw on agosto 27, 2022 Rating: 5

Um comentário:

  1. With 카지노사이트 some four,000+ video games, Betmaster outperforms a lot of its rivals on this area. Both offline and on-line gambling legal guidelines Korea has adopted are stringent relating to locals. There is only one|is just one} land-based gambling house in South Korea that they will legally visit. Local residents can even be prosecuted when half in} abroad in order that these are solely respected on-line casinos Korean players can safely gamble at.

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.