Momento

By Thaw - agosto 06, 2022

 


A areia estava tão branca que me cegava, o mar azul escuro como que esmaltado, os ventos, no entanto, reduziam o calor, fazendo com que meus cabelos batessem no meu próprio rosto. Tirei uma mecha na boca e continuei em frente, os chinelos afundando na areia quente, mas não importa porque... porque tinha alguma coisa na água. O que era aquilo?

"Eric" chamavam meu nome, mas eu ignorava. Não tem como eles não verem aquilo, a calda no meio das águas, balançando no meio do mar, sumindo e reaparecendo como que por mágica, o azul cintilando nas águas tão azuis quanto. 

Era irreal, um sonho, real demais, inacreditável, palpável, real, eu não estava dormindo, por que eles não viam? Era uma aparição, uma aparição maluca e ninguém estava reagindo? Continuei meu caminho e meus pés tocaram as ondas e, logo, eu não estava mais ali, de pé quase entrando no mar, eu estava debaixo das águas, mergulhando e reaparecendo na superfície, minha cauda balançando e brilhando. Ao longe, eu via um homem entrando no mar, o rosto pálido e expressão vazia.

Eu era o homem no mar e o homem ainda entrando no mar e, por um segundo, eu entendi. Quando voltei a mim mesmo, senti meus pés na areia molhada e a cauda desaparecendo no oceano, não sem antes o homem olhar para mim, os olhos dizendo tudo, o rosto formando um pequeno sorriso de segredo. 
.
.
.

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários